Seixoso              

 

 PORTO / Felgueiras /Lugar: Seixoso

 

Indicações       

   Artritismo, dispepsias, diuréticas.  (Correia, 1922).

Perturbações digestivas, nervosas e das vias urinárias (Contreiras, 1951).      

Tratamentos   

  Em  Águas e Termas de Portugal (1918 89): “No Sanatório do Seixoso há” o regime de hotel, para pessoas sãs e para visitantes; o regime normaliano para os atriticos em geral, regime vegetariano para neurasténicos, epilépticos, herpéticos, dispépticos, etc., bem como outros vários regimes terapêuticos.   As águas são consideradas puríssimas e de excelentes efeitos diuréticos, atribuídas ao seu poder osmótico, atento à sua fraquíssima mineralização. (Correia, 

1922).

Instalações/ património construído e ambiental 

             A nascente que brota do granito, fracamente mineralizada. (Acciaiuoli, 1944,V)

Estação climatérica excelente, altitude de 500m, clima seco (Correia, 1922).

Em  Águas e Termas de Portugal (1918) as águas do Seixoso têm como subtítulo “A Evian portuguesa”, apresentando uma gravura   onde se vê um chalet entre pinheiros.Este edifício e descrito como conhecido pelo nome de Sanatório, mas tratava-se de um: “estabelecimento hidroterápico… hotel de repouso e regimes”.       Silicatadas, hipomineralizadas (0,036), carbogasosas, frias (12º) (Correia, 1922). Fracamente mineralizadas (Contreiras, 1951)

 

Historial          

     Em 1900 o médico António Cerqueira Magro, compra a mata do Seixoso para aí instalar o que seria o primeiro Sanatório particular em Portugal, aberto em 1903. No ano seguinte as intempéries danificaram gravemente o estabelecimento que só voltou a abrir em 1910, como “estabelecimento hidroterápico… hotel de repouso e regimes”.

Apesar de referenciada por vários hidrologistas de renome, e elogiadas as suas instalações,nunca foi pedido um Alvará de Concessão, mas isso não impediu que na década de 20 as águas do Seixoso contassem com uma oficina de engarrafamento das suas águas

Em 1937 faleceu o Dr. Cerqueira Magro na sua estância do Seixoso, em 1943 a estância encerrou a suas portas.

Actualmente a mata e o velho Challet estão classificados como património municipal de Felgueiras, mas os projectos de recuperação do local sempre adiado.   

Bibliografia       

  Acciaiuoli 1944, Contreiras 1951, Correia 1922, Freitas 1916, Freitas 1916, Guillaumin 18? , Magro 1934, Narciso 1920, Narciso 1934, Águas e Termas de Portugal 1918, Estância do Seixoso 1916, Le Portugal Hydrologique ET Climatique.       

                              

 

 

 

 

 

 

Fonte:  http://www.aguas.ics.ul.pt/porto_outras.html)